Qual o princípio dos Jogos Olímpicos?

Qual é o princípio dos Jogos Olímpicos?

Os ideais do Olimpismo são: a participação em massa; a educação por intermédio do esporte; a promoção do espírito coletivo, do intercâmbio cultural e da compreensão internacional; e a busca pela excelência. … Respeitar o fair play (jogo limpo) e lutar contra a utilização de doping no esporte.

Quais são os três princípios dos Jogos Olímpicos?

O Olimpismo tem como princípios a amizade, a compreensão mútua, a igualdade, a solidariedade e o “fair play” (jogo limpo).

Quais os 3 valores olímpicos?

Com o esporte, aprendemos diversos valores, mas existem três que o Movimento Olímpico destaca: Amizade, Excelência e Respeito.

O que os cinco anéis olímpicos representam?

Ao todo, são cinco anéis, de cores diferentes, que representam a Europa (o de cor azul); a Ásia (o de cor amarela); a África (o preto); a Oceania (o de cor verde); e as Américas (o de cor vermelha).

Quais são os principais valores olímpicos?

O esporte, reconhecido como um espaço de relações sociais e humanas, expõe a importância de valores como a amizade, o respeito e a excelência.

O que é a Carta Olímpica e quais seus princípios fundamentais?

A Carta Olímpica, atualizada pela última vez em 9 de setembro de 2013 é um conjunto de regras e guias para a organização dos Jogos Olímpicos, e para o comando do Movimento Olímpico. Adotada pelo Comitê Olímpico Internacional, é o código dos Princípios Fundamentais, Regras e Estatutos.

ISSO SIGNIFICA:  Quais são os tipos de manifestação do esporte?

Quais os valores que estão presentes nas Olimpíadas?

“Até por uma questão didática, nesses últimos anos o Comitê Olímpico Internacional definiu um grupo de valores para representar de maneira mais geral esse conjunto de valores. Que seriam o respeito, a amizade e a excelência.

Qual é o lema das Olimpíadas e quais são os valores olímpicos?

O lema – Citius, Altius, Fortius (que em latim significa “o mais rápido, o mais alto, o mais forte”). Esta citação, que foi criada pelo Padre Didon, amigo do Barão Pierre de Coubertin, serve como lema do ideal olímpico e resume a postura que um atleta precisa ter para alcançar seu objetivo.